quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Orgulho - Rafael Willison


Atitude de auto exaltação,  com seu conceito  de  superioridade,  pisando  arrogantemente  sobre  os  outros  e,  em  sua  independência  espiritual,  rebelando-se  contra Deus com  uma  suposta  auto-suficiência.

A revelação do NT, em relação ao orgulho, é transmitida por três palavras gregas que indicam características da natureza e da ação do orgulho.

1.       A palavra grega alazoneia (presunção em palavras ou soberba) se refere à pretensão e arrogância. Vontade manifestada pelo excesso de ambição. Opinião exagerada de si mesmo; habito de gabar. 

Sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais e às mães; (Rm 1.30)

Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, (2Tm 3:2)

Ela descreve o homem que ignora a soberania de Deus, que tenta controlar a  sua  vida  atual  e  modelar  o seu próprio futuro.

Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, (1Jo 2:16)


2.       A palavra grega hyperephania (orgulhoso e arrogante em pensamentos) descreve  o  homem  que  exalta  a  si  próprio  acima  dos  outros,  não  através  de  atos  exteriores,  mas  com  uma  atitude  interior  do  coração,  que  ergue  um  altar  a  si  próprio  em  seu íntimo  onde  realiza  o  seu  próprio  culto.

Antes, ele dá maior graça. Portanto diz: Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes. (Tg 4:6)

Semelhantemente vós jovens, sede sujeitos aos anciãos; e sede todos sujeitos uns aos outros, e revesti-vos de humildade, porque Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes. (1Pe 5:5)

Porque do interior do coração dos homens saem os maus pensamentos, os adultérios, as prostituições, os homicídios,
 Os furtos, a avareza, as maldades, o engano, a dissolução, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura.
Todos estes males procedem de dentro e contaminam o homem. (Mc 7: 21-23)

3.       A palavra grega hybrís (insolente e injurioso em atitudes) representa o orgulho que faz o homem agir com violenta e arrojada insolência contra Deus e os homens.  Em relação a Deus, hybris leva o homem a esquecer a sua criação, permite que as paixões o dominem de tal forma que a superioridade perante os demais é conquistada através da injúria.
Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte. (2Co 12.10)


Em Mateus 22.6, hybris se refere à insolente rejeição do homem ao  convite  de Deus  (a forma substantiva  ocorre  em  Romanos  1.30  como  “insultuoso” e em 1Tm 1.13 como “injuriador”,  “opressor”,  “insolente”.
Passagens: Mateus 22.6; Lucas 11.45; 18.32; Atos 14.5; 1 Ts 2.2; Tt 1.11).

O crente aprende nas Escrituras que o orgulho foi o pecado de Satanás
Não neófito, para que, ensoberbecendo-se, não caia na condenação do diabo. (1 Tm 3.6);
Que ele engana o coração
Quanto à tua terribilidade, enganou-te a arrogância do teu coração, tu que habitas nas cavernas das rochas, que ocupas as alturas dos outeiros; ainda que eleves o teu ninho como a águia, de lá te derrubarei, diz o SENHOR.
(Jr 49.16)
E endurece a mente 
Mas quando o seu coração se exaltou, e o seu espírito se endureceu em soberba, foi derrubado do seu trono real, e passou dele a sua glória.
(Dn 5.20),
É uma abominação perante Deus, É algo que Ele odeia
Abominação é ao SENHOR todo o altivo de coração; não ficará impune mesmo de mãos postas. (Pv 16.5)

E que Ele trará a juízo
A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito precede a queda (Pv 16.18). 

Dessa forma, o crente deverá entender a absoluta necessidade de que Espírito Santo implante em seu ser a mente de Cristo, que é o exemplo supremo da humildade, e que está livre de todas as formas do pernicioso orgulho nas palavras, no pensamento e nas atitudes,

No amor de Cristo, Rafael Willison

Bibliografia Dicionário Bíblico Wycliffe, publicado pela CPAD..

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...