quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Pecado: Separação entre homem e Deus

“EIS que a mão do SENHOR não está encolhida, para que não possa salvar; nem agravado o seu ouvido, para não poder ouvir. Mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça. (Is. 53:1-2).”
Apos um bom período sem escrever aos meus caros irmãos em Cristo, regresso trazendo-lhes um precioso estudo sobre “O PECADO”, abordaremos alguns pontos importantes desse terrível mal que tem assolado e destruído o homem e a igreja.
O significado da palavra “pecado” é bastante abrangente, por essa razão iremos destacar alguns termos que nos mostram o conceito de pecado e suas manifestações.
O vocábulo hatta´t ou hamartia, aparece 522 vezes nas paginas veterotestamento (livros da Bíblia que correspondem ao Antigo Testamento), e significa “errar o alvo”, “perder o rumo”, “fracassar”. Temos como exemplo o fato narrado pelas sagradas escrituras que diz o seguinte:
“E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela. Então foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus; e coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais.” (Gn 3:3-7)
Deus havia dado apenas uma restrição a Adão, “... que da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás”, logo após a ordem, Deus o assevera das consequências que o implicará se essa restrição for violada, “... no dia em que dela comeres, certamente morrerás” (Gn 2:17). As leis que regem nossa sociedade se violada, o indivíduo é punido de acordo com o delito cometido, da mesma forma acorre com lei divida, a punição para o mandamento divino infringido é a morte (Rm 6:23).
O pecado cometido por Adão e sua mulher os levou ao fracasso e a separação de Deus, causando consequências terríveis para toda sua descendência. Uma das consequências mais terrível que o pecado pode causar é a separação entre Deus e o homem (Is 59:2), o pecado contraria e fere a personalidade e os atributos de Deus (Sl 99:9), por essa razão Deus não pode compactuar com a iniquidade (Rm 3:23). Todos que cometem pecado e vivem na pratica da iniquidade serão separados pelo próprio Deus para longe de sua presença e posto em um lugar de tormento eterno.
"E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade."  (Mateus 7 : 23)
Irei destacar duas grandes consequências causadas pelo pecado: a morte física e a morte eterna. A morte física é a separação entre a alma e o corpo, todos os descendentes de Adão por causa de sua transgressão ficaram condenados à morte física. “Tu és pó e ao pó tornarás” (Gn 3:19). A morte Eterna é a separação eterna entre a alma do homem e Deus. Essa é a pior experiência que um mortal pode experimentar, pois uma vez o homem entrando na eternidade perdido jamais terá oportunidade de salvação. Todo homem por causa do pecado esta sujeito à passa sua eternidade longe de Deus, dos Santos e do Paraiso. Há apenas uma maneira da alma pecadora obter a vida eterna: reconhece Cristo como seu único e suficiente salvador.
                              
Queridos Irmãos, Hamartiologia (doutrina do pecado) e um estudo muito extenso, impossível de explanar apenas nesse artigo. Breve estarei postando a continuação desse estudo, espero esta contribuído para o crescimento espiritual de meus amados irmãos. Amém 

No amor de Cristo, Rafael Willison  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...